Petrobras dá início à extração de petróleo da camada pré-sal

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deu início, no dia 2 de setembro (terça-feira), à extração de petróleo da camada pré-sal, a bordo da plataforma JK P-34, localizada no campo de Jubarte (ES), na Bacia de Campos. Lula foi acompanhado pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e por diretores da empresa.

Em cerimônia realizada após o início da extração de óleo, o presidente da República destacou a importância histórica da conquista em produzir petróleo em condições desafiadoras como as encontradas na camada pré-sal. “Gostaria de dizer a vocês a dimensão histórica de poder ter nas mãos uma amostra de óleo extraída a quatro mil metros de profundidade”, disse o presidente.

Lula aproveitou o feito marcante para a indústria petrolífera nacional e ressaltou o papel da Petrobras como promotora de tecnologia. “A Petrobras é peça importante para produzir o desenvolvimento tecnológico do País”, lembrou. Sobre os recursos financeiros vindos da extração do petróleo da camada pré-sal, Lula disse que estes devem ser aplicados da melhor forma em benefício da população. “Temos que aproveitar o dinheiro do pré-sal para tentar acabar com a pobreza deste País e pagar a dívida com a educação”, finalizou.

O presidente Lula agradeceu a Petrobras pela contribuição ao desenvolvimento do Brasil. “Feliz o País que tem uma empresa com o acúmulo de conhecimento que tem a Petrobras”, finalizou.

José Sergio Gabrielli de Azevedo, presidente da Petrobras, falou do marco da produção do pré-sal para a Companhia e o País e lembrou o empenho dos funcionários que possibilitaram esta conquista. “Este é um dia excepcional, o começo de uma nova era, um momento importante para o País e para a posição da Companhia no mercado internacional de petróleo”. Essas descobertas são resultados do esforço gigantesco de homens e mulheres”, enfatizou.

O presidente da empresa ressaltou a capacidade da Petrobras em colocar em produção o primeiro poço da camada pré-sal, em apenas dois anos após sua descoberta. O primeiro óleo do pré-sal, no campo de Jubarte, servirá, segundo Gabrielli, para alavancar o desenvolvimento dos outros poços de pré-sal da Companhia, localizados na Bacia de Santos. “Esse poço vai nos ensinar o que fazer em Tupi, em Júpiter, em Carioca. Essa é uma nova era porque demonstra que podemos produzir cada vez mais, aumentando nossa capacidade produtiva”, destacou o presidente da Petrobras.

Voltar