Empresa aposta na Austrália para desenvolver e produzir um novo veículo pequeno a GNV

Holden, subsidiária australiana da General Motors, e o governo desse país irão gastar vários milhões de dólares australianos para melhorar a fábrica automotora de Adelaida para produzir um automóvel pequeno com motor de 4 cilindros a partir do terceiro trimestre de 2010.

O modelo será operado por injeção direta a GNV na hora de realizar a prova piloto. Este veículo poderá substituir o novo Chevrolet Cruze, comercializado com outro nome.

O antecessor do Chevrolet Cruze (Chevrolet Optra) é vendido atualmente na Austrália como o sedan Holden Viva.

O governo federal australiano contribuirá com 149 milhões de dólares australianos enquanto que o governo estatal de Adelaida completará o investimento com outros 30 milhões, e a Holden igualará esta soma para chegar a um total de 358 milhões.

A produção do veículo começará no terceiro trimestre de 2010 com o respaldo dos governos do estado da Australia Meridional. O automóvel será fabricado baseado na plataforma global Delta da General Motors para unidades compactas, com novas tecnologias que aumentarão a economia de combustível e reduzirão as emissões de gases.

O novo veículo com tração dianteira será fabricado nas versões sedan e hatch (três ou cinco portas) nas instalações da fábrica Elizabeth da GM Holden na Austrália Meridional.

O desenho e o trabalho de engenharia acontecerão nas oficinas centrais da empresa, localizadas em Porto Melbourne, Victoria. Será o primeiro automóvel fabricado localmente da GM Holden, além de sua atual gama de veículos de carga, desde que a crise econômica asiática terminou com a produção do Vectra em 1998. O programa precisará de 500 a 600 empregados para trabalhar na Elizabeth.

Voltar