Gás natural "encalha", e estímulo ao uso do produto em automóveis pode voltar

A enorme sobra de gás natural pode levar o governo Lula, por intermédio da Petrobras, a retomar o estímulo ao uso do gás natural em automóveis no País, o chamado GNV (Gás Natural Veicular) vendido em postos de combustíveis.

O mercado automotivo é considerado um dos segmentos capazes de absorver rapidamente o gás, que, agora, está sobrando. O consumo diário total de gás natural no país caiu aproximadamente 17 milhões de metros cúbicos por dia. A média de consumo no ano passado, cuja quantidade atingiu 50 milhões de metros cúbicos por dia, baixou para volumes de 33,4 milhões de metros cúbicos por dia, segundo levantamento de fevereiro. A sobra hoje é mais da metade da importação total de gás natural da Bolívia.


Voltar