Apagão do gás: falta do GNV e alta do preço do combustível podem parar taxistas

Apagão do gás: falta do GNV e alta do preço do combustível podem parar taxistas

RIO - As dificuldades dos motoristas do Rio que têm carro movido a GNV (gás natural veicular) não se resumem nesta quarta-feira a achar um posto que não teve seu fornecimento interrompido. Já há postos que aproveitaram a situação para aumentar para R$ 1,50 o preço do metro cúbico do combustível, que normalmente gira entre R$ 1,34 e R$ 1,39. Esse é o caso do posto ao lado do cemitério São João Batista, em Botafogo.

- Estou pagando para trabalhar. Normalmente gasto R$ 50 com gás por dia. E desde ontem já abasteci duas vezes com gasolina, foram R$ 100. Se isso continuar, hoje vou parar de trabalhar mais cedo - afirmou o taxista Eduardo Guerra.

Voltar