Umicore alerta sobre inspeção veicular








Os veículos equipados com catalisadores falsos ou adulterados podem ser reprovados na inspeção veicular, obrigatória para os automóveis registrados na cidade de São Paulo (SP). Para garantir uma vistoria sem surpresas, a Umicore, principal fornecedora da tecnologia do catalisador das marcas Mastra, Scapex, OG e Sicap, alerta para os prejuízos e os problemas causados pela peça falsa ou a ausência do catalisador no escapamento. “O carro com o catalisador falso apresenta emissão de poluentes acima do limite previsto por lei, podendo ser reprovado durante a avaliação. Além da perda de tempo, o motorista pode perder o direito ao reembolso de R$ 52,73 e deverá refazer a avaliação posteriormente”, explica Carlos Eduardo Moreira, gerente de Desenvolvimento de Negócios da Umicore.

Para evitar gastos extras durante a inspeção veicular, é recomendável o consumidor procurar um centro automotivo de confiança e realizar a verificação do sistema de escapamento para ver se o carro está equipado com o catalisador original. Em caso de necessidade de reposição da peça, o motorista deve exigir o certificado de garantia, a nota fiscal e a embalagem padronizada do produto, garantindo a originalidade do catalisador e o perfeito funcionamento do motor.

“O equipamento falso possui um custo muito baixo, não realiza nenhuma conversão dos gases poluentes e traz prejuízos ao automóvel, tais como o desempenho inferior do motor, a desregulagem do sistema de injeção e o aumento no consumo de combustível. Além disso, um falso catalisador contribui para deteriorar ainda mais a qualidade do ar com o conseqüente aumento das doenças respiratórias entre a população”, afirma Moreira.

O catalisador é uma peça do sistema de exaustão do veículo, composta por um núcleo cerâmico, responsável pela conversão de até 98% dos gases poluentes. Projetado para ter a mesma durabilidade que o automóvel, o catalisador pode ser danificado por impactos, o que pode comprometer permanentemente o seu funcionamento, sendo necessário efetuar a substituição da peça.

Fonte: Assessoria de Imprensa - ANFIR

Voltar