Petrobras e YPFB retomam negociações


Companhia brasileira avalia novos investimentos na Bolívia. Petrobras aumentará a produção de gás na Bolívia

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, reuniu-se ontem em La Paz com o ministro de Hidrocarbonetos da Bolívia, Carlos Villegas, e o presidente da YPFB, Guillermo Aruquipa, para retomar as negociações em torno de vários temas, entre eles a produção de gás naquele país. "Somos um país consumidor de gás e a Bolívia é um país produtor. A complementariedade de nossos interesses é muito clara", declarou o presidente da Companhia brasileira, ao final da reunião.

Gabrielli lembrou que a Petrobras tem hoje na Bolívia um marco legal, contratos de produção assinados, condições legais definidas. "Os contratos foram protocolizados e, agora, neste novo cenário, podemos começar a avaliar novos investimentos para aumentar a produção de gás na Bolivia", disse o presidente, para acrescentar: "Uma nova relação está começando".

O aumento da produção de gás não significa, entretanto, que todo o volume a mais produzido será exclusivamente exportado para o Brasil.

Após a reunião que durou cerca de quatro horas, na sede da petroleira boliviana, o ministro e os presidentes das companhias concederam entrevista coletiva à imprensa. Bem humorados, informaram que a reunião, embora não conclusiva, foi extremamente positiva. Uma nova rodada de conversas entre as duas empresas deverá ocorrer entre os dias 26 a 30 de novembro, em local ainda a ser definido.

Fonte: Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional Petrobras

Voltar