MVC realiza seminário e reúne profissionais de 20 países e mais de 40 empresas

Em comemoração aos seus 20 anos de fundação, a MVC, empresa líder na fabricação de componentes plásticos e pertencente à Artecola e Marcopolo, realiza a 4ª edição do SITEP - Seminário Internacional de Tecnologia em Plásticos, no dia 22 de outubro, em Curitiba. Com foco em tecnologias sustentáveis, o evento tem como objetivo debater e divulgar as vantagens e benefícios dos plásticos de engenharia e divulgar as novas tendências, conceitos, produtos e materiais para os segmentos automotivo, aeroespacial, indústria leve, naval, construção civil, infra-estrutura e mobiliário urbano no Brasil e no exterior.

“As palavras de ordem serão: Inovação, Evolução, Aplicação, Tendências, Mudança e Sustentabilidade. Mostraremos nas palestras que os plásticos de engenharia são o presente e serão o futuro, pois oferecem grande flexibilidade de design e processos, investimentos mais baixos, diferenciação e velocidade de desenvolvimento e custos mais competitivos, além de componentes com maior durabilidade e menor peso. Inclusive durante o evento haverá simultaneamente a fabricação de uma peça pelo processo de RTM-S”, explica Gilmar Lima, diretor-geral da MVC.

Em sua quarta edição, o SITEP tem importante papel na promoção do intercâmbio entre profissionais de diversos países sobre o mundo dos plásticos, principalmente os compósitos reforçados com fibra de vidro, carbono, aramida e fibras naturais. Por meio de palestras técnicas, representantes de mais de 40 empresas de diversos países como Brasil, Alemanha, Argentina, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Itália e México, poderão conhecer as novidades deste segmento, inovações tecnológicas, processos, aplicações e tendências mundiais.

O 4º. SITEP abordará assuntos extremamente técnicos como a utilização de materiais de alto desempenho como os polímeros reforçados com fibra de vidro (Twintex) e fibras naturais, mas sem descuidar das pessoas, da gestão, do meio ambiente e da garantia de um crescimento sustentável. Também serão apresentadas as novidades sobre os processos de SMC, BMC, Pultrusão, Infusão e o novo conceito do processo RTM–HT, desenvolvidos para indústria aeronáutica, e o RTM-S, para o setor automotivo, cujo grande objetivo é mudar o conceito de superfície “classe A” e pintura para peças em compósitos. A nova geração de termoplásticos de alto desempenho e design focado na inovação também serão tratados.

O seminário reunirá empresas como: AGCO, Artecola, Artegor, Carrier, CASP, Dow, Elekeiroz, Fiat, Ford, Iveco, International, Jacto, GOR, Kia, Marcopolo, Mercedes Benz, Mitsubishi, Nissan, New Holland, Owens Corning, PSA, Purcom, Reichhold, Renault, Sabic, Springer, TAC, Volkswagen, Volvo, entre outras.

Segundo Gilmar Lima, no último ano, houve transformações e percepções importantes no mundo e, no segmento de Plásticos de Engenharia, isto foi ainda mais evidente. Neste segmento, com a nanotecnologia e evolução dos materiais, não existem mais verdades absolutas, somente opiniões e percepções. As palestras tratarão de temas sobre materiais de alto desempenho como o Twintex, termoplástico reforçado com fibra de vidro longa, e também falará dos termoplásticos reforçados com fibras naturais.

Outros Plásticos de Engenharia de alto desempenho, como os que dispensam a pintura, têm alto nível de absorção de impacto, melhoram sua resistência com os raios “UV”, poliuretanos considerados termofixos sendo recicláveis também serão destaques. “Consequentemente falando de plástico, não poderíamos esquecer de uma das suas principais vantagens, a flexibilidade de design, visto como forma de inovação. Entretanto, não adianta termos todas estas tecnologias e materiais sem falar das pessoas, por isto a palestra Arte de Viver a Mudança, realizada pela Dulce Magalhães, irá encerrar este seminário que virou tradição e esperado no segmento de plásticos do Brasil”, finaliza Gilmar Lima.

Novas tecnologias
A palestra do francês Philippe Pardo, da Owens Corning, abordará o novo conceito de termoplástico de alto desempenho desenvolvido principalmente para os segmentos de transporte e construção civil, o Twintex. Esta tecnologia consiste em um termoplástico reforçado com fibra de vidro longa, que pode ser utilizado em placas ou na fabricação de produtos termoformado ou prensado a quente.

Outros temas abordados serão os termoplásticos reforçados com fibras naturais, como a Ecofibra, principalmente focados para revestimentos internos de veículos e divisórias e forro para construção civil, e um novo conceito para explorar o acabamento natural das fibras naturais.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Site ANFIR

Voltar