Gás de Tupi vai ser bombeado

A Petrobras já tem planos para transportar o gás natural que será produzido com o petróleo no projeto-piloto do campo de Tupi, na área do pré-sal da Bacia de Santos. Segundo o gerente de Planejamento de Exploração e Produção da empresa, Mauro Yuji, durante o projeto-piloto cerca de três milhões de metros cúbicos diários de gás deverão ser bombeados por gasoduto de Tupi até o Campo de Mexilhão, onde já deverá haver produção no pós-sal (camada acima do pré-sal, com reservas menores de petróleo e gás).

Do campo de Mexilhão, o gás de Tupi pegará uma "carona" no duto que já levará o gás do pós-sal até a unidade de processamento que está sendo construída em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo. A ideia da Petrobras é iniciar o projeto de Tupi no fim de 2010, com produção de 100 mil barris diários de petróleo. Hoje, a estatal já desenvolve o chamado teste de longa duração, com produção de cerca de 15 mil barris diários.

A iniciativa exigirá tecnologia e investimentos consideráveis, não informados por Yuji. O duto de Tupi até Mexilhão deverá ter 216 quilômetros de extensão, enquanto a tubulação que sairá de Mexilhão até Caraguatatuba terá outros 145 quilômetros. "Isso tem de estar pronto até o fim de 2010", disse o executivo, que ministrou palestra para jornalistas em Brasília.

Fonte: Jornal do Commercio/TN Petróleo, setembro/09

Voltar