Vale planeja desembolsar US$ 236 milhões na exploração de gás no Brasil em 2011

A Vale tem como um de seus objetivos diversificar e otimizar sua matriz energética, buscando identificar depósitos de gás natural no Brasil e estudando o uso de combustíveis renováveis, como o biodiesel. Somente na exploração de gás natural no país, a companhia pretende investir cerca de US$ 236 milhões em 2011. Segundo a empresa, o investimento total da companhia no próximo ano deverá alcançar US$ 24 bilhões. O orçamento foi aprovado pelo Conselho de Administração da mineradora.

No relatório sobre os investimentos, a Vale afirma que a gestão e a geração de energia são prioridades para a empresa. "Como grande consumidor de energia, acreditamos que investir em projetos de geração para atender às nossas operações ajudará a nos proteger contra a volatilidade dos preços, riscos regulatórios e de suprimento", disse a Vale no relatório. Atualmente, 24% da energia global consumida pela empresa vem de geração própria.

A Vale disse ainda que em 2011 será dado início às operações das hidrelétricas de Estreito (MA/TO, 1.087 MW), no Brasil, e de Karebbe, na Indonésia. No consórcio de Estreito, a companhia tem uma participação de 30%. Segundo a empresa, sua participação no investimento total é de US$ 703 milhões, com US$ 40 milhões a serem desembolsados em 2011.

Karebbe, localizada no rio Larona, será a terceira hidrelétrica a suprir as operações de níquel na ilha Sulawesi, na Indonésia. O investimento total estimado é de US$ 410 milhões, com desembolso de US$ 96 milhões em 2011. O início da produção está previsto para o segundo semestre de 2011. Além disso, a companhia vai investir em biodiesel e na produção de óleo de palma. A Vale divulgou ainda um lucro líquido de US$ 6 bilhões (R$ 10,2 bilhões) no terceiro trimestre, considerado recorde, assim como a receita operacional de US$ 14,5 bilhões.

Fonte: Carolina Medeiros, Agência CanalEnergia, outubro/10

Voltar