Venda de combustíveis bate recorde em 2010

RIO - A venda de combustíveis no país deve bater recorde em 2010. De acordo com estimativa realizada pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), o volume de combustíveis que saem de distribuidoras deve chegar a 108 bilhões de litros, um crescimento de 9,5% sobre o registrado no ano passado. Foi a primeira vez que as vendas passaram dos 100 bilhões de litros.

A expectativa, no entanto, é de que no ano que vem as vendas não mantenham o mesmo ritmo de crescimento, de acordo com o vice-presidente do Sindicom, Alísio Vaz. Segundo ele, o consumo de combustíveis segue de perto o crescimento econômico e, por isso, deve continuar crescendo. Mas as vendas de automóveis já não deverão ser tão grandes como em 2010, o que deve impor uma redução no ritmo de avanço de consumo de combustíveis.

"A gasolina e o etanol têm grande aderência com o poder aquisitivo da população, e o diesel acompanha bem o avanço do PIB. As projeções dos economistas são positivas para o PIB, e por isso, o diesel também deve crescer. A economia brasileira anda sobre rodas, queimando diesel. Além disso, o consumidor também anda animado. Então, tudo indica que teremos manutenção do elevado patamar de consumo", disse Vaz.

A maior parte dos 108 bilhões de litros vendidos foi de diesel, que teve recorde de vendas, representando 45,9% do total. O aumento do diesel em relação ao ano anterior foi de 12,2%.

A gasolina, cujas vendas também bateram recorde, representou 27,9% do total. A gasolina tipo C teve avanço de 18,4% ao longo de 2010. Já o etanol hidratado, utilizado nos automóveis, que já havia registrado recorde no ano passado, representou 13,7% do total de combustíveis. O GNV representou 1,9% do total, após queda das vendas de 4,2%.

Fonte: http://extra.globo.com/pais/plantao/2010/12/15/venda-de-combustiveis-bate-recorde-em-2010-923296146.asp(Juliana Ennes | Valor)

Voltar