Revisão de transporte escolar lota agenda de oficinas

Não só as livrarias e papelarias estão com as vendas em alta por causa do início do ano letivo. O retorno dos estudantes aos colégios e faculdades tem garantido também muitos serviços e uma renda extra às oficinas de reparação de veículos.. Por causa das exigências do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), os proprietários de vans escolares estão realizando reformas e revisão geral nos veículos para conseguirem a autorização para transporte de estudantes.

O proprietário de uma oficina de Vitória, Armando Pereira, contou que só nestes primeiros dias do ano já fez revisão geral em seis vans. Outras quatro já estão programadas para até o final desta semana.

"Início de ano é sempre bom. Além das tradicionais revisões no carro para o cliente viajar com tranquilidade, a procura por revisões nas vans escolares aumenta. O Detran é rigoroso na vistoria, por isso é sempre bom levar a um mecânico de confiança para não ter dor de cabeça. Estou trabalhando até tarde da noite, todos os dias, para atender os pedidos", contou.

Leia mais notícias no minuto a minuto

O gerente operacional do Detran, Maurício Cabaleiro, alerta aos proprietários de transporte escolar que a vistoria é obrigatória. Quem não fizer e for pego em alguma blitz perde o registro junto ao Departamento de Trânsito.

"São quase 200 itens verificados na vistoria que é feita por instituições credenciadas ao Detran. Ao veículo que apresenta algum problema é dado ao proprietário um prazo de 30 dias para se regularizar. Vale lembrar que, quem não fizer a vistoria antes do início do ano letivo, só poderá se regularizar no segundo semestre", disse.

Após passar pelo sistema de vistoria, o veículo vai receber um selo indicando que está apto a circular. O Detran alerta aos pais que, antes de contratarem um transporte escolar, é preciso verificar se as condições do veículo estão aprovadas pelo órgão.

Fonte: Gazeta Online

Voltar