BATALHÃO DE TRÂNSITO INCIA FISCALIZAÇÃO FOCADA EM VEÍCULOS COM GÁS NATURAL VEICULAR

A partir desta segunda-feira (04), policiais Militares do Batalhão de Polícia de Trânsito irão inserir, no seu rol operações rotineiras, a fiscalização dos veículos que possuem adaptações para mudança de combustível. Segundo o comandante do BPTran, tenente-coronel Marcelo Rangel, um em cada três veículos com adaptação para o Gás Natural Veicular (GNV) não passam por uma inspeção de segurança.
Para o comandante, é extremamente perigoso transitar com um veículo provido de um cilindro que pode ter uma pressão interna de 220bar sem que tenha sido inspecionado. “Saber que um terço dos veículos que fizeram conversão para GNV não foram averiguados nos obriga a tomar providências. Para se ter uma ideia, uma botija de GNV é abastecida com uma pressão cerca de 30 vezes maior que uma botija de gás de cozinha”, ressalta.
Além do perigo gerado pelos donos dos automóveis, quem for flagrado com um veículo provido de GNV, sem ter sido inspecionado ou com a inspeção veicular vencida, estará sujeito a duas infrações de natureza graves e retenção do veículo para regularização.
Qualquer alteração das características originais do veículo deverá ser precedida de autorização do DETRAN para que seja providenciada a adequação junto ao cadastro e, consequentemente, seja emitido um novo CLA/CRLV e um novo CRV.
Anualmente, para o licenciamento dos veículos que utilizam o Gás Natural Veicular como combustível será exigida a apresentação de novo Certificado de Segurança Veicular – CSV.

Fonte: Folha Vitória

Voltar