Comgás mostra primeiro ponto de abastecimento de GNV residencial do Brasil

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) apresenta em São Paulo um conceito inédito no Brasil: o primeiro ponto de abastecimento a gás natural veicular (GNV) domiciliar do Brasil.

Por meio de um dispenser ligado a uma rede de gás natural da Comgás, o sistema permite que o consumidor possa fazer o abastecimento de seu veículo em casa, enquanto deixa o carro na garagem. Esse conceito já existe em países como Itália, onde o equipamento é visto como um eletrodoméstico de fácil manuseio.

A novidade foi apresentada nesta quarta-feira (23/09), durante evento de lançamento da Smart Eco House, uma casa inteligente na zona norte de São Paulo, onde serão exibidas mais de 20 tecnologias hi-tech baseadas no conceito da sustentabilidade. A residência é a primeira a América do Sul a possuir o selo LEED Home (Leadership in Energy and Environmental Design). Utilizada em 143 países, a certificação visa incentivar a transformação dos projetos, obras e operações das edificações, sempre com foco na sustentabilidade.

O projeto da Comgás tem relação direta com a proposta da casa porque o GNV é um dos combustíveis considerados limpos, com baixo nível de emissão.

“O GNV emite, em média, 15% menos CO2 em relação ao etanol e 20% a menos na comparação com a gasolina e com uma economia de até 50% em relação ao etanol e gasolina”, informa o diretor de Marketing, Planejamento e Suprimento da Comgás, Sergio Luiz da Silva.

“Com a nova tecnologia de conversão Geração 5 e os novos sistemas de abastecimento, o GNV evoluiu muito nos últimos anos. Quem olhar para lembranças de 10 anos atrás, quando da época dos primeiros kits para motores carburados, tende a perder a grande a oportunidade de utilizar o combustível mais econômico de todos, seguro e com menor emissão de poluentes. É fundamental, entretanto, que a conversão seja feita dentro dos padrões, em instaladoras certificadas pelo Inmetro”, completa o diretor de Marketing da Comgás.

Na parceria com a Smart Eco House, a Comgás aproveita a iniciativa como base para desenvolver um estudo de caso. “O objetivo é entender a viabilidade de implementar, no futuro, essa tecnologia no mercado brasileiro”, afirma o gerente de Marketing na área Industrial e Transporte da Comgás, Ricardo Vallejo.

“A Smart Eco House mostra uma possibilidade de tendência. Imagine seu veículo sempre abastecido ao sair de casa”, diz Vallejo.

O sistema será utilizado pelo próprio idealizador da casa, o engenheiro João Barassal, que já converteu seu carro para o GNV.

A experiência vai permitir observar o comportamento do equipamento (produzido na Itália pela BRC), a praticidade/aplicabilidade para o segmento, e, se necessário, contribuir para a criação de normas e certificação para que o produto possa ser aplicado de acordo com a legislação brasileira.

A casa está aberta para agendamento de visitas de escolas, universidades e grupos executivos. Mais informações:
Fonte: Setor Energético
contato@smartecohouse.com.br

Voltar