Cilindro GNV - Alerta em relação a regularidade e a importância da vistoria em dia

O cilindro de gás natural veicular (GNV) de um carro explodiu e deixou três pessoas feridas na manhã desta terça-feira (27), em Piraí, RJ. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu em um posto de combustíveis, na Rua Bulhões de Carvalho, no bairro Casa Amarela. De acordo com a Polícia Militar (PM), a dona do carro, um frentista e um homem que estava em outro veículo foram socorridos e levados para o Hospital Flávio Leal.

A unidade de saúde informou que a motorista Amália Bichara Guimarães, de 34 anos, teve ferimentos no rosto, foi medicada e recebeu alta. O condutor do outro carro Djair Firmino de Souza também foi liberado e o funcionário do posto Edvaldo Abdala Cândido, de 59, sofreu uma fratura no fêmur. No início desta tarde, ele passou por uma cirurgia para a retirada de um metal que perfurou a coxa e permanecia internado em observação, mas passava bem.

Fotos enviadas pelos telespectadores Carlos Alexandre Correia da Silva, Thiago Galhano e Adriano Andrade, através do Whatsapp da TV Rio Sul, mostram o veículo, o cilindro e parte do posto destruídos.

Até a publicação desta reportagem, as causas da explosão não foram divulgadas. O caso foi registrado na 94ª Delegacia de Polícia (Piraí). Peritos estiveram no local do acidente e assim que as vítimas receberem alta, serão intimadas a prestar depoimento.

Especialista passou dicas para bom funcionamento do GNV
O técnico em conversão, Clégio Gil, alertou no RJTV 1ª Edição (veja o vídeo), sobre os perigos de uma má instalação do kit GNV. “Primeira coisa a se fazer é procurar instalar o GNV em uma oficina homologada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que é fiscalizada duas, três vezes ao ano”.

Outra dica que Clégio passou é evitar fazer modificações por conta própria no cilindro, que podem prejudicar o funcionamento do produto. “O essencial é não fazer 'gambiarra' nas válvulas do kit do GNV. Elas têm um dispositivo de segurança parecido com o da panela de pressão. É uma porca que tem uns furinhos”. Clégio também falou dos sinais que o carro apresenta quando está com algum problema, e um deles é o vazamento de gás. “O gás GNV exala um cheiro forte, um cheio próximo ao do gás de cozinha”.

E concluiu falando sobre os cuidados na hora do abastecimento e da recomendação de preferencialmente abastecer em postos com a pressão máxima de 200 bar (medida usada para alta pressão do gás comprimido). “Quando você abastece em um posto que está em 200 bar, é o limite e não vai ter problemas. Acima de 200 bar, apesar de o cilindro ter alguma tolerância, é mais arriscado. O fluxo da válvula de segurança é para se quando chegar no limite, ele vazar, ao invés de explodir." Também é recomendado permanecer fora do veículo durante o abastecimento.

Fonte:G1.Globo.com

Voltar