Motoristas Economizam Quase 50% com o uso do Gás Natural Veicular-GNV

Com o atual preço dos combustíveis líquidos no Paraná, o Gás Natural Veicular (GNV) se consolida como uma opção ainda mais vantajosa para os motoristas que abastecem no Estado. Para quem roda mais de 100 quilômetros por dia, e uma média de 2,5 mil quilômetros por mês, a economia mensal com o GNV pode chegar a R$ 376 na comparação com a gasolina e a R$ 368 com o etanol – uma economia de 46%.
Os dados estão no último levantamento feito pela Companhia Paranaense de Gás (Compagas), considerando os preços médios de combustíveis praticados no Paraná, pesquisados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), e divulgados em outubro também pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).
De acordo com gerente de Vendas Industrial e GNV da Compagas, Justino Pinho, além da economia no abastecimento, o motorista que abastece com o GNV roda mais. “O rendimento do gás natural é maior que o da gasolina e quase o dobro do etanol. Com o GNV o veículo roda, em média, 13,2 quilômetros por metro cúbico, enquanto com a gasolina, faz 10,7 quilômetros por litro e com o etanol, 7,5 quilômetros por litro. No Paraná, percorrer um quilômetro com GNV custa R$ 0,17, contra R$ 0,32 com a gasolina e R$ 0,32 com etanol” calcula.
Além de poupar no dia a dia, os proprietários de carros com GNV têm desconto no IPVA – Imposto Sobre Circulação de Veículos Automotores. Para os carros movidos a gás natural, o custo do imposto é de 1% sobre o valor do veículo, índice estabelecido em 3,5% para os veículos movidos a gasolina e/ou etanol.
Atualmente, cerca de 33 mil veículos já utilizam o gás natural no Estado e há 17 oficinas credenciadas pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) para fazer a conversão. O gerente explica que o preço da instalação do kit GNV varia de R$ 3 mil a R$ 4 mil. “Para quem roda cerca de 4 mil quilômetros no mês, por exemplo, o tempo de retorno do investimento é, em média, de 5 meses”, diz Pinho. Essas contas podem ser feitas no Simulador de Economia no site da Compagas (compagas.com.br/simulador-de-economia-gnv).
Concessionária responsável pela distribuição do gás natural no Paraná, a Compagas conta atualmente com 36 postos revendedores de GNV distribuídos em Curitiba, Campo Largo, Colombo, Paranaguá, Pinhais, Ponta Grossa e São José dos Pinhais. Em Londrina também há um posto de GNV abastecido pela GasLocal.
A COMPAGAS – A concessionária responsável pela distribuição de gás natural no Paraná completou 20 anos em 2014. Empresa de economia mista, tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia (Copel), com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5%, e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, com 24,5%. Em março de 2000, a empresa passou a ser a primeira distribuidora do Sul do aís a fornecer o gás natural, com a inauguração do ramal sul do gasoduto Bolívia – Brasil (Gasbol).
Atualmente, a Compagas conta com mais de 30 mil clientes dos segmentos residencial, comercial, industrial, veicular e geração de energia elétrica.
A empresa está presente em 16 municípios: Araucária, Curitiba, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Colombo, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, São Mateus do Sul, Pinhais, Paranaguá, Cambé, Londrina e Castro.
Fonte: Agência de Notícias do Paraná
Publicado em 09/11/2015 17:10

Voltar