Economia do kit gás cobre o custo da conversão

O custo do processo de conversão para o gás natural veicular ainda é um dos motivos que fazem os motoristas usarem a calculadora para saber se a mudança vale a pena. “Dos clientes que passaram por aqui, todos saíram satisfeitos”, garante o empresário Flávio Vargas, da Instalgás. O argumento, segundo ele, é a economia obtida já nos meses seguintes à instalação do kit GNV.

O valor depende dos equipamentos, da capacidade de armazenamento dos cilindros de gás e do veículo. No fim, o preço fica entre R$ 2,4 mil e R$ 3,8 mil. Hoje já é possível negociar com os bancos financiamentos específicos para a instalação dos equipamentos. “Com a economia que se faz usando o gás, a pessoa paga o financiamento e ainda sobra dinheiro”, afirma.

No entanto, lembra que a conversão é mais indicada para quem costuma rodar grandes distâncias e, por conseqüência, acaba consumindo um volume elevado de combustível. “A maioria dos nossos clientes é viajante, pessoas que atuam na área de vendas. Em cidades grandes, o principal alvo são os taxistas. Mas aqui poucos fazem, porque andam distâncias mais curtas.”

Após a instalação e inspeção do kit, o usuário recebe o Certificado de Segurança Veicular. Com isso, tem 30 dias para regularizar a documentação do veículo, que passa a ser considerado bicombustível ou tricombustível (no caso dos carros flex). Carros com a documentação regularizada passam a ter alíquota de IPVA reduzida. Os demais ficam sujeitos a multas e apreensão.

Voltar